Gestão de Micotoxinas

Gestão de Micotoxinas

As micotoxinas representam um risco difícil de ser controlado aos animais, pois podem estar presentes desde a colheita dos grãos, prejudicando o desenvolvimento dos mesmos. Por isso, é necessário gerenciar este risco por meio de ferramentas analíticas, que funcionam como um “radar de vigilância” para identificar o grau de contaminação por micotoxinas. A fim de minimizar os prejuízos com micotoxinas em matérias-primas, foram analisadas estas e também

rações, detectando-se níveis que vão desde partes por bilhão até partes por milhão. O principal desafio no desenvolvimento de procedimentos analíticos é a diversidade das moléculas de micotoxinas - mais de 500 identificadas atualmente – com cada uma apresentando toxicidade e impactos econômicos diferentes. A Alltech desenvolveu o Programa de Gestão de Micotoxinas para oferecer maior qualidade e desempenho aos animais.

Alltech 37+

UMA ABORDAGEM ANALÍTICA MAIS AMPLA

Compreender a extensão do problema

A técnica de espectrometria de massa - UPLC-MS² - utiliza a alta sensibilidade e seletividade da cromatografia líquida para aprimorar significativamente a quantificação de micotoxinas em

matrizes complexas como as das rações. Essa técnica combina recursos de separação (LC) com a detecção precisa por meio da espectometria de massa. MS2 é um espectrômetro capaz de

fazer várias rodadas de espectrometria separadas pela fragmentação de massas. Essa abordagem permite a gravação de massa atômica de cada micotoxina ou de fragmentos específicos das mesmas, permitindo impressão digital específica (permitindo sua detecção de forma precisa). A adição bem sucedida da técnica analítica LC-MS2 às competências centrais

da Alltech permitiu o desenvolvimento de métodos analíticos que detectam e quantificam mais de 37 micotoxinas, em menos de 15 minutos por amostra analisada, com limites de detecção

em ppt . Os padrões de contaminação agora são investigados em matrizes de rações para capturar melhor os perfis das micotoxinas e os riscos associados para o animal que consome ração contaminada.

Alltech PACPC

PROGRAMA ALLTECH DE CONTROLE DE PONTOS CRÍTICOS

Para auxiliar fábricas de rações e produtores, a Alltech desenvolveu o Programa Alltech de Controle de Pontos Críticos (PACPC). Com base nos princípios do HACCP (Hazard Analysis Critical Control Point), o programa é projetado para identificar os riscos de contaminação por fungos e micotoxinas em uma determinada fazenda ou fábrica de ração e criar um plano para minimizar os riscos para os animais. A redução do risco das micotoxinas melhora a rentabilidade e os sistemas de produção em fábricas de ração.

É necessário compreender o nível de desafio das micotoxinas na cadeia de produção para minimizar seus efeitos negativos. Isso implica em estabelecer procedimentos de monitoramento corretos, bem como identificar os níveis críticos para as espécies animais alimentadas. Desta maneira, é possível obter o equilíbrio ideal entre alimentação econômica e o desempenho animal.

PACPC, Programa Alltech de Controle de Pontos Críticos, é um programa sistemático

de identificação, avaliação e controle de qualidade dos alimentos, baseado em sete

princípios básicos:

  1. FAZER UMA ANÁLISE DE RISCO.
  2. DETERMINAR OS PONTOS CRÍTICOS DE CONTROLE (PCC).
  3. ESTABELECER OS LIMITES CRÍTICOS.
  4. ESTABELECER PROCEDIMENTOS DE MONITORAMENTO.
  5. ESTABELECER AÇÕES CORRETIVAS.
  6. ESTABELECER PROCEDIMENTOS DE VERIFICAÇÃO.
  7. ESTABELECER PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DAS INFORMAÇÕES.